FORTALEZA 2 X 1 CEARÁ



O Povo – Foi um jogão de bola, onde os dois clubes procuraram a vitória. Dimas armou o Ceará com três zagueiros, liberou os laterais para o ataque e pensou em definir o clássico no primeiro tempo. Não contou com a astúcia de Ferdinando, que deu ordem para os laterais Ivan e Ronald conteremm as subidas dos laterais alvinegros, e armou um seguro contra-ataque com Clodoaldo, Clayton e Eron.

Com forte pegada no meio-campo, o jogo chegou a ficar violento. O Ceará saiu na frente. Aos 24 minutos do primeiro tempo, numa falha de cobertura do Ivan, Claudinho Paulista fez um golaço, aproveitando o fato de o goleiro Maizena estar adiantado.

 A comemoração alvinegra durou pouco. Num vacilo de marcação, Clodoaldo escapou livre pela esquerda e cruzou na medida para a cabeçada de Eron. O empate tricolor veio apenas três minutos depois. O gol atrapalhou a estratégia de Dimas.

No segundo tempo, o Ceará precisou ousar para tentar a vitória. O empate bastava ao Fortaleza. A tática fracassou pela limitação de Mael. Com melhor banco, Ferdinando colocou Rogers e Daniel Frasson, tirando Pires e Vinícius, contundido.

O Fortaleza dominou o meio-campo, anulou as jogadas de ataque do Ceará e ficou soberano no clássico. Aos 45min, veio o gol da virada, Ivan lança Clodoaldo que vê Clayton livre para marcar. Antes, Eron perdeu um gol feito diante Jefferson e Clodoaldo e Rogers também desperdiçaram uma grande chance de gol tricolor.