AMÉRICA MINEIRO 1 X 0 CEARÁ




Futebol Interior -  No reencontro com Givanildo Oliveira, o América-MG levou a melhor e venceu a primeira partida como mandante no Campeonato Brasileiro da Série B na noite desta terça-feira ao bater o Ceará, por 1 a 0, na Arena Independência, pela quinta rodada.
CONFIRA!
Londrina 1 x 1 Paraná - Em duelo paranaense, Tubarão conquista empate no último lance
Antes dessa partida, o América tinha um empate e uma derrota diante dos seus torcedores. Com oito pontos, o time mineiro subiu para a nona colocação e deixou para trás o próprio Ceará, que estacionou nos sete e caiu para o 11º lugar.

VITÓRIA MERECIDA

Logo aos quatro minutos, Pedro Ken cruzou e Magno Alves, livre de marcação, cabeceou para linda defesa de João Ricardo. O goleiro se esticou todo e espalmou para escanteio. Na sequência, o América desceu no contra ataque, Luan encontrou Bill, que bateu em cima de Bruno Alves, desperdiçando uma chance incrível.

Aos 12, Rafael Lima subiu mais que todo mundo e cabeceou para grande defesa de Éverson. Depois, Pedro Ken ficou com a sobra e tentou o chute de primeira. O meia pegou muito embaixo da bola e isolou, sem levar perigo a João Ricardo. Após um início muito movimentado, a partida caiu de ritmo e passou a ficar concentrada no meio-campo.

EXPULSÃO
Quase que o América amplia logo aos quatro minutos do segundo tempo. Ruy cobrou escanteio, Luan desviou na primeira trave e Rafael Lima quase marcou no susto. Éverson caiu bem e fez a defesa. O goleiro do Ceará voltaria a trabalhar na sequência. Dessa vez, com os pés, ele evitou o gol de Norberto.

Aos 11, Zé Ricardo colocou a mão na bola, recebeu o segundo amarelo e foi expulso pelo árbitro, deixando o América com um jogador a menos. Em vantagem numérica, o Ceará partiu com tudo para cima em busca do empate. Rafael Pereira soltou a bomba de fora da área e João Ricardo fez a defesa.

PRESSÃO ALVINEGRA
O Vozão criou duas chances seguidas. Rafael Pereira chutou forte e João Ricardo espalmou. No rebote, Roberto cruzou rasteiro e Magno Alves bateu por cima do travessão. Aos 35, Pedro Ken fez uma falta dura em Norberto e foi expulso direto, deixando o Ceará também com dez jogadores em campo.

No último lance de perigo, aos 44 minutos, Wallace Pernambucano chutou de fora da área, a bola desviou no meio do caminho e passou raspando a trave de João Ricardo.