CEARÁ 2 X 0 VILA NOVA



Em confronto direto pelas primeiras posições da Série B do Campeonato Brasileiro, o Ceará venceu o Vila Nova por 2 a 0 na Arena Castelão, em Fortaleza (CE), e ultrapassou o adversário, entrando no G4.

Com 48 pontos, o a equipe cearense dorme na dentro da zona de acesso à primeira divisão, mas ainda pode ser ultrapassada por outras equipes que só jogam na sexta-feira e no sábado, quando a rodada será concluída. O Vila Nova, que começou a rodada em quarto com 46 pontos, fica estacionado e deixa o G4.

VOZÃO COMEÇA MELHOR
Com dois dos melhores ataques da Série B em campo, a partida só poderia começar com chances de perigo criadas dos dois lados. Logo no segundo minuto de jogo, o Vila Nova já assustou acertando a trave em cabeçada de Tiago Adam, mas o lance já estava parado por impedimento do atacante.
A resposta do Ceará também passou perto de abrir o placar. Primeiro, o time da casa desperdiçou a oportunidade com Leandro Carvalho, que pegou a sobra dentro da área, mas bateu para fora. Na sequência, foi Elton quem finalizou de cabeça e exigiu bela defesa de Luis Carlos.

De tanto insistir, os mandantes abriram o placar aos 29 minutos. Lima recebeu lançamento longo e ajeitou para trás. Elton completou de primeira batendo cruzado da entrada da área, sem chance de defesa.

O MAGNATA VOLTOU
Na segunda etapa, o Vila Nova melhorou e passou a pressionar, mas ainda era o Ceará quem criava as melhores jogadas ofensivas, explorando os contra-ataques. Por pouco o time da casa não ampliou com Pedro Ken, que arriscou de primeira após passe de Romário e acertou o travessão.
Administrando a vantagem, o Ceará se segurou como pôde nos minutos finais e garantiu a vitória aperta, mas de muita importância. Nos minutos finais, o experiente Magno Alves, de 41 anos, entrou no lugar de Elton para delírio da torcida, que vinha pedindo o retorno do ídolo nas últimas rodadas.

Em poucos minutos em campo, o Magnata teve tempo de finalizar duas vezes. Na primeira, o goleiro Luis Carlos fez a defesa, mas na segunda, aos 46 minutos, ele tabelou com Leandro Carvalho e voltou a marcar após pouco mais de cinco meses.