PARANÁ 1 X 0 CEARÁ



ESPN -  Paraná recebeu o Ceará neste sábado, no Estádio Durival Britto, pela 11ª rodada da Série B, e se aproveitou de um gol de pênalti de Renatinho, após um jogo equilibrado durante os 90 minutos, para conseguir sair com a vitória pelo placar de 1 a 0, se recuperando de uma sequência de duas partidas sem vencer no torneio.

Saiba Mais
 Internacional confusão Beira Rio Boa Esporte
Torcida do Inter protesta após derrota para o Boa e entra em confronto com a polícia
 Eduardo Sasha, do Internacional, durante partida contra o Boa, no Beira-Rio
Defesa e ataque pecam, Inter dá vexame e perde para o Boa em pleno Beira-Rio
 Torcida do Paysandu empurrou o time contra o Luverdense
Torcida do Paysandu que apoiou a causa LGBT sofre represálias e membros são agredidos em estádio

Com a vitória, o Paraná chegou à sétima posição, com 16 pontos, e pode terminar a rodada a apenas um ponto do G-4. Já o Ceará caiu para a oitava colocação, com 15, e perdeu a chance de ingressar no grupo de acesso da Série B.

O Paraná volta a campo pela Série B na próxima sexta-feira, às 21h30(de Brasília), quando recebe o América-MG, novamente no Durival Britto. Já o Ceará irá atuar no sábado, às 16h30(de Brasília), visitando o Figueirense, no Orlando Scarpelli.

A partida teve início com poucas chances criadas, mas com o Ceará mostrando domínio e tentando tomar conta das ações ofensivas.

A primeira boa chance dos visitantes veio apenas aos 23 minutos, porém, só não foi suficiente para a abertura do placar em virtude de uma impressionante aparição do goleiro adversário. Roberto recebeu dentro da área e chutou para o goleiro Richard espalmar. O próprio atacante com a sobra, livre de marcação, mas finalizou para outra defesa do arqueiro paranista, esta ainda mais significativa por ser à queima-roupa.

Se não bastasse esta defesa, Richard apareceu bem novamente aos 37 minutos. Roberto recebeu no ataque e ganhou na velocidade do zagueiro paranista, ficando de frente para o gol. O atacante chutou, mas o goleiro do Tricolor da Vila estava bem posicionado para fechar o ângulo e defender com o peito, evitando a abertura do placar.

Nos minutos finais, foi o Paraná quem levou mais perigo. Aos 38, Felipe Alves subiu alto após cruzamento e mandou ao lado gol, assustando o gol defendido por Éverson.

Já aos 45 foi a vez de Renatinho acertar um belo chute de fora da área e obrigar Éverson a fazer uma boa defesa para evitar o gol.

Apesar das boas oportunidades, as duas equipes não conseguiram balançar as redes e o confronto foi para intervalo empatado em 0 a 0.

Se no primeiro tempo a rede não balançou, não demorou muito para o placar ser aberto na segunda etapa. Aos quatro minutos, Gabriel Dias recebeu na área, foi puxado por Pedro Ken e o árbitro viu a infração, assinalando a marcação do pênalti. Renatinho foi para a cobrança e acertou o ângulo esquerdo, sem chance de defesa para Éverson, abrindo o placar no Durival Britto.

Após o gol, o Paraná teve uma boa chance para ampliar. Aos 10, Felipe Alves recebeu livre dentro da área, porém, na hora de finalizar pegou muito mal na bola e mandou para fora.

Com o passar dos minutos, o jogo ficou truncado, com diversos cartões distribuídos. Apesar da expectativa de uma pressão do Ceará em busca do empate, foi o Paraná que seguiu a procura do segundo gol. Aos 21, Igor arriscou de fora da área e assustou, mandando ao lado da meta.

As boas chances do Ceará apareceram somente nos minutos finais. Aos 33, Ricardinho acertou um bom chute em cobrança de falta e levou perigo ao gol do Paraná. Já aos 39, foi a vez de Tiago Cametá cabecear para o meio da área e não ver ninguém aparecer para completar para a rede.

Aos 43, o Paraná ainda teve uma oportunidade para ampliar. Robson acertou um belo chute de perna direita e Éverson teve que se esticar para evitar o segundo gol adversário.

Nos acréscimos, o jogo ainda teve uma confusão, na qual Romário acabou expulso pelo lado do Ceará e Nathan pelo do Paraná. Com a bola rolando, porém, a partida não teve outras oportunidades e o Paraná conseguiu garantir a importante vitória.